AS BOLAS DE PELO NOS GATOS

Os gatos têm o hábito diário de se lamber e, como consequência, ingerem muitos pelos mortos, para além de que a textura áspera da língua pode desenvolver problemas digestivos.

Devido às bolas de pelos muitas vezes os gatos vomitam. Saiba como prevenir esse problema e qual a causa.

Como se formam as bolas de pelo?

Os gatos lambem-se para se limparem, e até terem certeza de estar 100% limpos não param de se lamber em alguns casos, podem aparecer até feridas ou lesões provocadas pela aspereza da língua. Devido a este hábito de limpeza, a formação de bolas de pelo nos gatos é muito comuns.
Não há problema se o gato conseguir eliminar essas bolas de pelo. O que normalmente acontece através das fezes, outras vezes cuspindo ou mesmo vomitando. Mas em alguns casos, as bolas ficam “presas” no estômago ou no intestino e causam dor, mal-estar e até provocam irritabilidade ao gato.
Se o animal apresentar náuseas, abdómen inchado ou fraqueza e esses sintomas persistirem, é provável que tenham formado bolas de pelo ou o animal esteja com algum outro problema digestivo. Nestes casos é aconselhável levar o animal a um veterinário para que possa ser examinado.
Se o felino vomitar bolas de pelo pode ser um sintoma de que algo não está bem no seu sistema digestivo, ou mais especificamente nos intestinos. Quando o animal não defeca de forma normal os pelos acumulam-se.

Se o gato é propenso à formação de bolas de pelo, essa situação pode estar relacionada com o tipo de alimentação.
Para além da ração seca deve adicionar-se à dieta do felino ração húmida para lubrificar o sistema digestivo por completo e evitar o que é conhecida como “doença inflamatória intestinal”. Esta patologia está a tornar-se cada vez mais frequente pela quantidade de ingredientes secos incluídos na dieta do gato (arroz e outros cereais).

 

1. Ofereça-lhe uma dieta saudável
O veterinário ou técnico Mecovet podem indicar o tipo de ração mais indicada para o gato e em que quantidades. É importante equilibrar a ração seca com latas de ração húmida com muita proteína.

2. Pentear o gato com regularidade
Se o gato tiver o pelo muito comprido, como é o caso dos Pensas ou Angorás, é necessário pentear o animal uma vez por semana. Recomenda-se que adquira esse hábito desde que o animal e pequeno, o gato deve considerar o pentear como uma brincadeira ou carinho, e não algo incomodativo. Assim, ao lamber-se menos pelos mortos serão engolidos. Encontre num Mecovet os pentes e escovas mais adequados.

WA button WA button