5 CUIDADOS QUE OS DONOS DEVEM TER COM OS CÃES

Quem tem um animal de estimação sabe que é necessário ter alguns cuidados específicos.

Passear o cão diariamente, é um dos cuidados mais importantes, pois além de contribuir para que o animal se exercite e gaste energia, evita também que este desenvolva problemas de saúde como é o caso da obesidade e da depressão.

Mas existem outros cuidados que vão fazer toda a diferença e garantir o bem-estar e a saúde do animal de estimação.

5 cuidados Importantes:

1 – Higiene do cão

Todos os cuidados básicos devem tornar-se habituais:

  • Banho
  • Tosquia
  • cortar unhas
  • escovar o pelo e também os dentes

A frequência ideal para cada um desses cuidados é:

Banho: pelo menos duas vezes por mês;

Tosquia: pode ser feita a cada 45 dias. Dependendo da quantidade de pelo do cão, pode ser necessário tosquiá-lo com maior frequência;

Cortar as unhas: devem ser cortadas a cada sete dias ou, pelo menos, duas vezes por mês;

Escovar o pelo: Muito importante para retirar os pelos mortos e para mantê-los macios e com brilho. Cães com muito pelo devem ser escovados diariamente, cães com menos pelo, duas vezes por semana;

Escovar os dentes: para evitar que o cão desenvolva doenças bocais, o indicado é escovar os dentes diariamente e efectuar uma escovação mensal numa pet shop ou veterinário.

 

 

2 – Consultas regulares no veterinário

Para ter a certeza de que está tudo bem com a saúde do cão, o dono deve agende visitas anuais ao veterinário. o cão não deve visitar o veterinário apenas quando apresenta algum comportamento ou sintoma fora do vulgar.

Quando consultar o veterinário, o dono deverá aproveitar para tirar todas as dúvidas e colocar em dia as vacinas. Se necessário, além da avaliação física, o veterinário pode solicitar alguns exames de rotina. Além disso, quanto mais velho for o animal, maior será a frequência de consultas, passando de anuais para semestrais.

 

4 – Identificação

Independentemente da situação, o cão pode fugir — seja durante um passeio ou porque alguém deixou uma porta de casa aberta. Uma coleira e placa de identificação com todas as informações de contacto necessárias é bastante importante para garantir que o animal está sempre identificado.

3 – Uma alimentação de qualidade

A quantidade ideal de ração e de vezes que o cão deve ser alimentado dependerão da idade, porte e raça do mesmo. Tente seguir as orientações que constam no pacote da ração mas peça também orientação ao veterinário ou ao técnico da Mecovet para que o cão se alimente adequadamente.

Na hora de escolher uma ração, deve-se dar preferência por uma que tenha um bom custo-benefício, ou seja, que além de ter um preço em conta, ofereça os nutrientes necessários e que agrade ao paladar do cão, Royal Canin, saiba mais.

 

5 – Tempo para brincar e interagir com o animal

Dedicar diariamente algum tempo de qualidade ao animal e estimaçõ, de forma a construir uma boa relação. O contacto entre cão e dono é muito importante para o bem-estar do animal e este sentir-se-á mais feliz e satisfeito.

Por mais atarefada que seja a rotina, sem contar com o tempo dedicado ao passeio diário. Os donos de uma animal de estimação devem guardar sempre cerca de vinte minutos por dia para algumas brincadeiras.

WA button WA button