O teste de glicémia serve para medir a quantidade de glicose (açúcar) no sangue. Realizamos este teste através da utilização de um aparelho de medição de glicémia que, com uma mini agulha obtém uma pequena gota de sangue do seu dedo, que depois é colocado na tira de teste. Após breves segundos o aparelho apresenta o resultado da glicémia.

 

Quem deve fazer testes de glicémia?

As pessoas com diabetes são as que mais precisam deste teste, porque procuram compreender os seus resultados e o que fazer perante eles.

Também as pessoas que fazem tratamentos com insulina, recomenda-se que testem a sua glicémia com frequência, para que possam fazer ajustes às suas doses de insulina.

As pessoas que fazem tratamento oral (com, por exemplo, sulfoniluréias), medicamentos que podem fazer os seus níveis de açúcar no sangue cair rapidamente, podem também beneficiar com uma maior frequência deste teste.

Muitas pessoas com diabetes gostam de testar os seus níveis para tomar a decisão certa acerca da alimentação, actividade física, condução e estilo de vida, de forma a manter e melhorar o seu controlo de açúcar.

No entanto, se os seus diabetes são controlados com medicação oral ou uma dieta, desde que os siga à risca, não é necessário fazer testes todos os dias. Mas testar antes e depois de algumas refeições, ou antes de deitar será útil, caso os seus níveis não estejam no intervalo pretendido. Se não souber qual o seu intervalo glicémico ideal, deve falar com o seu médico ou enfermeiro.

 

Quais os níveis de açúcar (glicose) no sangue que deve tentar alcançar?

A Direção Geral de Saúde recomenda actualmente que as pessoas com diabetes devem apontar para as seguintes metas:

  • Glicose no sangue todos os dias:
    Antes das refeições: 70 – 126 mg/dl
    Duas horas após as refeições: não mais do que 180 mg/dl

A manutenção destes objectivos, ou seja, deste intervalo de açúcar no seu sangue, podem reduzir significativamente o risco de desenvolver complicações tardias de diabetes. Pode achar estes níveis difíceis de alcançar, mas não se sinta desanimado, porque qualquer melhoria pode ser benéfica. O nosso conselho é que estabeleça uma meta a atingir com o seu médico ou enfermeiro: eles vão ajudá-lo a chegar e manter os seus níveis estáveis e saudáveis.

 

Aqui estão algumas informações sobre como pode avaliar a sua glicose no sangue. Se tiver dúvidas basta consultar um dos nossos farmacéuticos:

  • Teste os seus níveis de glicose imediatamente antes e duas horas após cada refeição, dois dias por semana;
  • Escolha um dia de fim-de-semana e um dia da semana - os padrões de alimentação e de exercício são muitas vezes diferentes durante a semana e aos fins-de-semana;
  • Teste duas vezes por dia em todos os outros dias e escolha de diferentes momentos do dia de cada vez;
  • Escreva os seus resultados num diário de autocontrolo;
  • Estude cuidadosamente os resultados com a ajuda dos nossos farmacéuticos.

É um padrão emergente?

Tem de manter um olhar atento para os seus resultados. Consegue identificar um padrão? Os níveis de glicose no sangue são sempre baixos num determinado momento do dia? Ou altos após algumas refeições? Quando conseguir entender o que está a causar esses altos e baixos, é mais fácil corrigi-los. Então, no futuro, será capaz de usar os testes diários regulares para melhor compreender a sua glicémia e mantê-la controlada.

 

Manter a sua glicemia bem controlada tem muitos benefícios, incluindo:

  • Evitar a hipoglicémia
    A hipoglicemia (também  referida apenas como hipo) acontece quando os seus níveis de açúcar (glicose) no sangue ficam muito baixos. É difícil evitar a hipoglicemia completamente quando a diabetes é tratada com insulina. 

    Os sintomas de hipoglicémia podem variar consoante as pessoas, mas normalmente incluem suor excessivo, fome, ansiedade, tremores, palidez e batimento cardíaco rápido. Se não for tratada pode progredir para um comportamento agressivo ou irracional e fraqueza. Uma hipoglicémia grave pode incluir visão turva, falta de equilíbrio, sonolência ou confusão e pode ser confundida com embriaguez. Um grave hipo vai acabar em perda de consciência / coma e é uma emergência médica.

    No entanto, são as grandes oscilações de glicose no sangue, de muito alta a muito baixa, que levam a uma hipoglicémia grave. Quando a glicémia é bem controlada, pode sentir uma leve hipo com mais frequência, mas as hipoglicémias graves vão ser raras.
  • Vai sentir-se melhor
    Se mantiver a sua glicémia bem controlada vai sentir-se mais capaz de ter um bom dia com mais energia. Se o seu nível de glicose no sangue tem estado alto nos últimos dias, esta sensação pode demorar alguns meses a acontecer, uma vez que o seu corpo pode precisar de se ajustar aos seus novos níveis.
  • Reduzir o risco de hiperglicémia
    Existe o risco de um coma diabético se os seus níveis de glicose no sangue forem muito elevados - ou seja, uma hiperglicémia.
  • Reduzindo o risco de complicações no futuro
    Ao longo do tempo os diabetes podem trazer consigo alguns problemas de saúde adicionais. Isto acontece porque a glicémia elevada prolongada pode danificar o corpo, afectando os olhos, rins, nervos, coração e circulação. É melhor estar ciente destes potenciais problemas. A investigação médica, no entanto, mostrou que se pode reduzir significativamente a probabilidade de desenvolver estas problemas através de um controlo mais cuidadoso da glicose no sangue.